gallery photo

Chamuças de Alheira de Sta Maria & Compota de Pimenta da Terra e um Desafio!

Maio 5, 2016 by: Chez Sónia À La Carte ,Afrodisíaco ,Carne ,Entradas & Petiscos

Concorri mais uma vez a um passatempo feito pela Elisabete da Cozinha Sem Segredos.

Adoro os seus desafios, já o tinha feito uma vez com a receita de Francesinha em bolo lêvedo e este ano, novamente o desafio está à porta para homenagear os nossos belíssimos produtos Açorianos e cá estou eu a fazer o meu melhor.

Desta vez a fasquia aumentou. O ingrediente seria escolhido pela Elisabete.

A mim calhou-me massa de malagueta. Mais típico é impossível…

Grande responsabilidade…!! Um produto tão Açoriano… O que farei eu para ser diferente e para deixar a pimenta da terra bem vista?

Decidi fazer uma compota!

Introduzi mais dois ingredientes bem típicos Açorianos: o nosso belíssimo açúcar da Sinaga (de beterraba) e a maravilhosa Alheira de Sta Maria.

Tão simples quanto isto:

As chamuças foram feitas com massa filo.

À alheira retirei a pele e deixei-a 15 minutos no forno para assar ligeiramente, para ficar crocante.

Depois foi só deixar arrefecer, desfazer em bocadinhos e colocar em cima de tiras de massa filo e fechar em triângulo.

Um dia faço um vídeo para verem como é fácil!

Foi novamente ao forno cerca de 5 minutos para cozinhar a massa. Cuidado que a massa filo assa com muita rapidez!

A compota não é para qualquer um!!

Sabores muito fortes, picante… Só mesmo para quem aprecia o sabor forte da pimenta da terra.

Sem dúvida que é uma receita inventada, precisa de aperfeiçoamentos, mas a repetir sem dúvida! Para ter ficado mesmo na perfeição teria sido fazer a compota com a pimenta da terra em si, pois com esta massa nao conseguimos fugir ao sal.

Eu adoro, sente-se o sabor doce mas rapidamente sente-se o picante! E não se usa como se usa uma compota “normal”. É só mesmo um bocadinho… Com o queijo branco fica muito interessante! Melhor do que só pimenta da terra…!

Usei um pacote de pimenta da terra que contém 370 g para 400 g de açúcar amarelo da Sinaga, uma colher de sopa de vinagre de champanhe, um pau de canela e 3 maçãs com casca (precisamos da pectina…!!). Eu acho que a maçã ajuda bastante a suavizar os sabores, mas quem não queira pode usar pectina das lojas. Já se vende em frasquinhos na Panifor.

Coloquei tudo num tachinho e deixei cozinhar em lume brando cerca de 20 minutos. Retirei o pau de canela e passei com a varinha. Depois deixei mais 20 minutos ou até fazer o ponto estrada. (Mais informações de compotas AQUI)

Na apresentação usei maçã verde por cima da chamuça pois acho que, mais uma vez, ajuda bastante a suavizar os sabores.

E eis a minha homenagem aos maravilhosos produtos que nós temos, deveria haver mais iniciativas deste género, pois temos que mostrar o que de melhor se faz nos Açores!

Obrigada Elisabete pela oportunidade de poder participar em mais esta iniciativa espectacular e que venham muitas mais! Continua com o teu belíssimo trabalho!!

*Acrescentado à posteriori: Este desafio valeu-me um primeiro prémio! Boa!! :)

2016-05-15 20.59.59

2016-05-15 20.40.29

2016-05-15 20.41.22

2016-05-15 20.43.49

2016-05-15 20.57.50

2016-05-15 20.58.15

2016-05-15 20.59.19

Guardar

Guardar

Comentários

0 Comments

Add a comment

Newsletter

Receba novidades no seu email! Grátis :)