gallery photo

Nova Rubrica “Entre Tachos & Panelas” – O Chocolate!

Março 5, 2018 by: Chez Sónia À La Carte ,Afrodisíaco ,Dia do Pai ,Doces ,Jornal ,Lanche ,Natal ,Paleo

Chocolate!

– Um dos ingredientes mais gulosos –

2018-03-06 21.39.21-12018-03-06 21.39.21

O chocolate é um alimento feito com base na fava fermentada e torrada do cacau. A sua origem remonta às civilizações pré-colombianas da América Central. A partir dos Descobrimentos, foi levado para a Europa, onde se popularizou, especialmente a partir dos séculos XVII e XVIII.

O chocolate, tal como é consumido hoje, é resultado de sucessivos aprimoramentos realizados desde o início da colonização da América. O produto era consumido pelos nativos na forma de uma bebida quente e amarga, de uso exclusivo da nobreza. Os europeus passaram a adoçar e a misturar especiarias para adequá-lo ao seu gosto. Com o desenvolvimento dos processos industriais e técnicas culinárias, surgiu o chocolate com leite e depois na forma de um sólido.

Apesar de o chocolate ser geralmente consumido por prazer, há alguns efeitos positivos para a saúde. O cacau em pó ou o chocolate amargo, por exemplo, são benéficos para o sistema circulatório, estimulantes cerebrais e provoca uma sensação de bem-estar quando o comemos. No entanto para os animais, é um ingrediente altamente tóxico.

Actualmente, é encontrado em diferentes formas que vão desde o sólido, como o chocolate em pó, as barras, os ovos e os bombons, e líquido, como achocolatado ou chocolate quente. Além de ser consumido puro, é também ingrediente de um grande número de alimentos como bolos (tortas, biscoitos, etc.), mousses, sorvetes e outros doces, assim como podemos fazer casamentos perfeitos do chocolate em pratos salgados, como já foi mostrado aqui em rubricas anteriores.

Paralelamente, o chocolate passou a ser associado a determinadas festividades, como por exemplo a Páscoa. Além disso, com as descobertas científicas, foram conhecidas algumas propriedades que o relaciona, especialmente na versão amarga, à saúde humana. Contudo, o mesmo não se aplica a diversos animais domésticos, para os quais pode chegar a ser tóxico.

Curiosidades:
– O chocolate amargo é a mesma coisa que chocolate preto. É o chocolate mais utilizado na culinária. Quanto maior a percentagem, mais “verdadeiro” é. Tem uma coloração castanho-escura e sabor amargo, por conter maior teor de cacau e menor teor de leite e açúcar. Quem prova a fava de cacau ou chocolate com elevada percentagem de cacau, diz não ser apreciador, pois o nosso organismo está muito viciado no açúcar, no entanto irá beneficiar, não só das maravilhosas propriedades do cacau, como do seu verdadeiro sabor.

– O Chocolate branco tem cor amarelada ou amarfinada e é feito com manteiga de cacau, leite em pó e açúcar.

– O chocolate de leite é feito com cacau, açúcar e leite.

Veja mais curiosidades AQUI

Esta semana trago um convite e uma receita.

O mês de Fevereiro, não se tem ouvido falar noutra coisa senão em Feiras do Chocolate. Aqui na nossa rubrica não será excepção.

Em Óbidos, já arrancou a XVI edição do Festival Internacional de Chocolate. E irá decorrer até 18 de Março, de sexta-feira a domingo. É uma experiência que promove o divertimento e o lazer das famílias que o frequentam, em torno do consumo do chocolate, este ingrediente mágico que permite dar largas à criatividade e originalidade e à criação de peças extraordinárias para descobrir, conhecer e provar, em múltiplos expositores, exposições e showcookings.

2018-02-25 01.52.40

Nesta edição do Festival, a organização deseja que o público, para além de momentos de alegria e diversão, também adquira uma consciência cívica e ambiental, que possa levar a atitudes e comportamentos de sustentabilidade, pelo que adoptaram a temática das alterações climáticas como forma de promover as preocupações que nos concernem, alertando às causas, consequências e boas-práticas poderão fazer mudar o mundo.

A cozinha não é excepção. É hoje a montra de como as nossas escolhas podem promover um consumo responsável, evitando o desperdício alimentar, respeitando os alimentos e dando mais valor a tudo o que a mãe natureza nos dá.

É razão pela qual amigos e família se juntam para degustar, partilhar e viver emoções que se transmitem pelo palato e pelo saber. É sentir aromas e experimentar texturas nunca antes apreciadas, permitindo acarinhar ingredientes e promover uma cozinha slow food e de futuro.

No próximo fim-de-semana, estarei presente, juntamente com a food blogger terceirense Patrícia Cheio, num showcooking açoriano a 4 mãos, neste que é um dos maiores e melhores Festivais do Chocolate.

2018-02-19 22.14.34

Página do Evento:

https://www.facebook.com/events/491427761253173/

Como é que o nosso Showcooking se integra na temática do evento? Simples!

As receitas desenhadas para este showcooking açoriano foram integralmente criadas por nós e pretendem mostrar como é possível divulgar, de forma sustentável, os sabores da nossa Região, conjugando-os com o chocolate, e enaltecendo a nossa realidade insular.

O Ambiente é o principal cartaz turístico das nossas 9 ilhas açorianas. Devido à preocupação com a manutenção da biodiversidade, da flora e fauna endémica, e como região ultraperiférica, estamos constantemente a promover uma maior consciência cívica e ambiental, alertando para o consumo responsável no que diz respeito a capturas de pescado, criação de gado e produção de leite e seus derivados. O impacto do turismo na nossa natureza é, sem dúvida, outro aspecto muito considerado.

A nossa ementa: Entrada – Brigadeiro Crocante de queijo do Pico com pimenta da terra e chocolate; Prato principal – A Terra e o Mar: Hambúrguer de alheira e algas em Bolo Lêvedo de Chocolate; Sobremesa – Ilha D. Amélia com coulis de ananás e Uva da Serra

2018-02-27 (4)

2018-02-27

A próxima rubrica será exclusiva com as receitas efectuadas no evento.

Hoje deixo uma receita com chocolate para abrir o apetite.

Mini-tartes de chocolate

4 Colheres de sopa de manteiga; 2 ovos M; 1 chávena de farinha de côco; 1/2 chávena de polvilho doce; 1/2 colher de sopa de açúcar; 1 pitada de sal.

Coloque estes ingredientes num robot de cozinha. Processe para que se una tudo e ficar com uma consistência de areia molhada.

Disponha numa forma de donuts (pode ser numa forma sem buraco no meio ou até mesmo pode optar por fazer em tamanho grande, em vez de ser individual).

De seguida leve ao forno a 180ºC cerca de 15min para ficar com uma espécie de bolacha dourada.

Entretanto faça o recheio.

Num tacho, coloque ao lume 2/3 de chávena de leite de côco e um pacote de natas. Deixe levantar fervura lentamente. De seguida é só colocar lá dentro, cortado em pedacinhos, uma tablete e meia de chocolate 85%, ou seja, 300g. Com o lume brando ou até mesmo apagado, deixe derreter lentamente mas mexendo constantemente.

Ao fim de 5min estará pronto e brilhante. Quanto mais mexer mais brilhante fica.

Acrescente agora duas colheres de sopa de extracto de baunilha caseira e uma colher de sobremesa de canela. Coloque nas formas onde tem a bolacha e vai ao frigorífico, pelo menos 3h para ficar consistente.

Desenforme e delicie-se com este momento de puro prazer! Eleve o nível ao colocar pimenta rosa e hortelã.

2017-08-09-14.02.20-1024x693

2017-08-09-14.02.56

Créditos da história do chocolate: Wikipédia e Priberam; Texto do nosso showcooking – Patrícia Cheio; Texto do evento: http://festivalchocolate.cm-obidos.pt/

Não perca a rubrica “Entre Tachos & Panelas” da próxima semana! Vamos ter as receitas do evento.

Comentários

0 Comments

Add a comment