SAMSUNG CAMERA PICTURES

Workshop DeBorla – Spring Food com Superalimentos!

18 de Março, 2016

Mais um mês, mais um workshop nas Lojas DeBorla!

E “Porque o Seu Sorriso Não Tem Preço” o tema desta vez era sobre Superalimentos.

Sim, as Lojas DeBorla preocupam-se com a saúde e bem estar dos seus clientes em todos os sentidos.

Para mim desta vez foi um workshop de me desafiou bastante, pois seria uma novidade! Mas tenho a sensação de desafio superado.

Mais uma vez agradeço todos os presentes, admiradores do meu trabalho, repetentes nos meus workshops e aos restantes novos que encheram mais uma vez o espaço.

Este workshop foi ligeiramente diferente, visto que iniciámos com um bocadinho de teoria.

No workshop disse e aqui volto a salientar que não sou nutricionista, nem tenho formação nessa área e que tudo o que disser aqui foi um estudo via internet, de sites fidedignos. Foi uma aprendizagem de alguns dias e que tenho todo o gosto e prazer em vos transmitir.

Alguns sites onde andei:

Fold, Iswari, Celeiro, Dias com Mafalda, Puro Sumo.

Falámos sobre o que era um superalimento, quais as novas tendências e que esperamos que estas “novas modas” não se tornem modas e que passem a ficar na nossa alimentação definitivamente!

2016-03-14 11.28.162016-03-14 11.28.50 2016-03-14 11.29.06 2016-03-14 11.28.42 2016-03-14 11.28.31 2016-03-14 11.29.37 2016-03-14 11.29.23 2016-03-14 11.29.16

Como também podemos encontrar a definição de superalimentos em alguns ingredientes, iniciámos com o Aipo.

Excelente snack, com bastante fibra, água e tem o formato perfeito para enchermos com o que quisermos.

Escolhi queijo creme, onde coloquei uma colher de chá mal cheia de Clorela. Ficámos com um queijo verde! Sim, eu sei, não é apelativo… Mas isso já é da mentalidade de cada um. Servir esta entrada numa festa até que pode ser bastante engraçado! Pelo menos será criativo, sem dúvida! No queijo creme colocámos umas gotinhas de limão galego ou até pode ser de lima e pimenta moída. Envolver bem e colocar nas “conchinhas” do aipo. Terminamos com nozes e bagas goji e um toque de mel, onde tinhamos colocado uma colherinha de um mix de sementes de cânhamo, linhaça, erva trigo e spirulina (penso que era essa a mistura…).

Quem não poder consumir lactose, há um excelente substituto de queijo creme na Loja C-Natural. Um creme vegetal de textura igual ao queijo creme e que temperado com pimenta, com limão e umas ervas aromáticas, fica tal e qual o queijo creme.

Aprendi com a Margarida, a minha primeira ajudante do dia e presença assídua nos meus workshops, que seria interessante primeiro tirar os fios do aipo e realmente tem toda a razão pois não se torna tão incomodativo ao comer!

2016-03-12 20.54.27

São fotos das minhas queridas formandas aperfeiçoadas e personalizadas por mim. Mais fotos há no Facebook.

O “queijo creme verde” podemos por nas batatas assadas com salmão grelhado, podemos por numa massa com as sobras do salmão ou outro prato de massa.

Podemos por no pão ou barrar nas bolachas, fazer bifinhos de peito de frango recheados com o “queijo creme verde” e maçã verde, enrolados e presos com um palito e passados em panko e vai ao forno.

Depois fizemos uma salada enfrascada, onde primeiro fizemos um molho de iogurte com um iogurte natural, umas gotas de limão, um fio de azeite, uma colherinha de clorela e ficámos com um molho de iogurte verde!!

Colocámos no fundo do frasco, enchemos (tudo em camadas) com feijão preto, com cenoura ralada, com tomate cherry, com queijo fresco e finalizamos com agrião e salsa. Por cima umas nozes e cramberries ou bagas goji. Um fio de azeite, sal líquido e pimenta moída para finalizar.

2016-03-12 21.05.14

Claro está podemos variar e conjugar nas cores. Podemos variar também em vez de feijão, ser massa ou quinoa, ou até mesmo grão ou outro tipo de feijão, como o frade. Assim como os verdes, podemos colocar espinafres, rúcula, alface, acelgas…

Podemos fazer em frascos maiores e dar para duas ou mais pessoas, colegas de trabalho.

Caso sobre peixe, ou atum ou até mesmo frango ou bife grelhado ou outra carne, esta receita das saladas enfrascadas é excelente para os aproveitamentos.

Depois podemos comer no frasco ou colocar num prato e envolver bem todos os ingredientes.

Para terminar fizemos uma salada de frutos vermelhos: mirtilos e morangos.

Regamos com o mel “verde” que fizemos lá em cima, para a entrada, uma granola (receita AQUI) para dar textura e canela.

2016-03-12 21.02.10

Mais uma sugestão vos deixo, para usarem a clorela:

Arroz de peixe

No copo misturador da varinha mágica, uma lata de tomate, uma cebola, passar com a varinha, colocar num tachinho com um fio de azeite, deixar ferver, introduzir meio copo de arroz carolino, e depois um copo e meio de água.

Deixar abrir o arroz, temperar de sal, introduzir o peixe grelhado que sobrou do dia anterior (bife de espadarte) terminar com coentros e já fora do lume, uma colherinha de chá mal cheia de clorela. Fica espectacular! Realça o sabor a mar!!

E com o queijo creme verde do workshop fiz risotto:

Fiz um caldo com as sobras do aipo, com as cascas da cenoura (que estavam lavadas) e com os talos dos pés da salsa.

2016-03-13 18.24.24

Depois o risotto fiz num tachinho, um fio de azeite, duas mãos cheias de risotto, deixei “fritar”ligeiramente o arroz, refresquei com vinho branco, e depois programei o relógio para 15 minutos. E nesses 15 minutos, vamos deitando concha a concha do caldo. Só deitamos mais uma concha quando a anterior estiver absorvida no arroz. O lume tem que estar médio/baixo, de maneira a que nunca deixe de ferver e convém andarmos sempre a mexer.

Já no final dos 15 minutos, temperamos a gosto, com sal e pimenta e terminamos com coentros e uma colher bem cheia de queijo creme verde. Envolvermos bem e fica super cremoso!

2016-03-13 21.09.17

Podemos colocar os “pózinhos” na ricotta e fazer panquecas (receita aqui: https://www.nigella.com/recipes/ricotta-hotcakes – foi a receita que usei no workshop do Deborla Dia dos Namorados)

Como se pode ver, estes “pózinhos” mágicos podem ser usamos em mais coisas do que iogurtes e batidos como sugerem nas embalagens.

Encontrei mais uma receita para usarem a Spirulina:

http://www.saliva.pt/2016/03/15/suspiros-de-wasabi-e-spirulina/

E quem fala em spirulina, fala em clorela ou outro “pózinho”. Podemos ir variando e experimentando.

Claro que convém nunca abusar, pois tudo o que é demais faz mal. Tudo tem que ser moderado.

Com a chia, podemos fazer mousse de chia (ver receita AQUI), usar nos Overnight Oats (vídeo em breve) e mais ideias vos deixo:

http://chez-sonia.blogspot.pt/2015/01/gelatina-de-iogurte-mas-sem-lactose.html

(sairá um vídeo de gelatina de iogurte em breve)

http://chez-sonia.blogspot.pt/2016/01/receitas-do-workshop-ideias-detox.html

http://chez-sonia.blogspot.pt/2015/08/e-sai-mais-um-jantar-para-amigos.html

http://chez-sonia.blogspot.pt/2015/05/jantar-de-amigos-muita-petiscada.html

http://chez-sonia.blogspot.pt/2015/04/cheesecake-fingido.html

http://chez-sonia.blogspot.pt/2015/03/expo-milano-2015-middle-east-chia-mousse.html

Espero que façam bom uso destes “novos” superalimentos, que sejam inteligentes e comedidos e que não exagerem. Lá por fazer bem não quer dizer que nos ponhamos a comer à balda. Há que ser consciente e regrado.

Até um próximo Workshop! 😉

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Comentários

inscrição Workshop

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

O seu telefone(obrigatório)

Notas

Newsletter

Receba novidades no seu email! Grátis :)